A Sustentabilidade venceu

capa vital 1t12 Quando o tema **Sustentabilidade** foi escolhido como assunto de capa da edição do primeiro trimestre de 2012 da revista VITAL ([pdf](http://www.headline.com.br/wp-content/uploads/Vital-01-tri-12.pdf)), fui voto vencido. Na reunião de pauta em janeiro, na sede do Grupo VITA, Francisco Balestrin, vice-presidente do Grupo, Ligia Piola, secretária, revisora e cronista, e Iana Adour, gerente de Marketing do Hospital VITA Volta Redonda escolheram e apoiaram o tema, que eu próprio achei que seria fraco e resultaria em uma reportagem de capa monótona.

Quão equivocado estava eu. Depois de fazer onze entrevistas sobre o assunto com colaboradores e não-colaboradores da [Rede VITA](http://www.redevita.com.br), e de pesquisar o assunto para reunir informações de apoio para a abertura e os boxes, passei a compreender melhor a importância do conceito de sustentabilidade, que, de modo geral, afirma que se não cuidarmos, simultaneamente, de justiça social, preservação do meio-ambiente e viabilidade dos negócios, estaremos cada vez mais avançando para uma situação insustentável, que a médio e longo prazo irão comprometer a nossa sobrevivência.

Destaco o depoimento do médico e empresário Ewaldo Russo, um grande defensor da sustentabilidade: *Ninguém muda de atitude espontaneamente, as coisas só mudam quando há uma pressão da sociedade, então é nossa responsabilidade criar uma socieade que exija isso*.

Além da reportagem de capa, destaaco nesta edição as seguintes matérias:

* **’Dr Google’, use com moderação** – os diretores clínicos Rônel Mascarenhas, Jackson Baduy e Luiz Fernando Kubrusly comentam a forma como os pacientes têm utilizado a internet para informar-se sobre suas doenças, e como isso, apesar de útil, tem de ser visto com cautela.
* **As muitas faces do refluxo** – o gastroenterologista Gassan Traya explica os vários tipos de sintomas que o refluxo gastroesofágico pode provocar, e alguns mitos a respeito do problema
* **As vantagens de ser sustentável** – Paulo Câmara, superintendente da Pró-Saúde, organização que administra mais de 20 hospitais, comenta porque uma atitude sustentável é não só vantajosa como, cada vez mais, uma questão de sobrevivência para os hospitais.

A edição traz ainda vários artigos produzidos por profissionais da Rede VITA: no editorial, Francisco Balestrin aborda o tema Educação, falando sobre sua importância, e a visão de futuro que as instituições devem ter; Ligia Piola inaugura a seção “Histórias de nossa VITA”, crônicas bem-humoradas sobre casos reais ocorridos com os colaboradores; além do artigo sobre qualidade assistencial de Alexandre Raicherth e do artigo médico-hospitalar de Rucieli Toniolo, sobre a importância da Enfermagem.

### Precisa ter reunião de pauta

O que considero mais interessante nessa história é a forma como os assuntos da próxima edição da revista VITAL são escolhidos. Mesmo para a revista de uma empresa, feita sob encomenda, é essencial que aconteça uma reunião de pauta. Dela participarão a direção da empresa, o marketing e os jornalistas. É a oportunidade de discutir como a ultima edição foi recebida, apresentar e selecionar para a nova edição. Não é um processo totalmente democrático, afinal, convenhamos, o cliente tem sempre razão, mas também não pode ser substituído por uma decisão isolada de uma das partes.

Revistas têm muito mais detalhes do que o leitor costuma perceber. Deu um trabalhão, mas espero que o resultado agrade. Só foi possível realizar mais essa edição com o apoio das pessoas que citei, e de muitas outras, em Curitiba, Volta Redonda e São Paulo. Novamente, contamos com a imaginação e as soluções gráficas do Alex Franco, que fez uma diagramação elegante e de leitura agradável. Muito obrigado a todos, a revista VITAL é fruto do trabalho de uma grande equipe.